O II Fórum da Internet no Brasil será realizado entre os dias 03 e 05 de julho, no Centro de Convenções, em Olinda/PE

O Fórum da Internet no Brasil, promovido pelo Comitê Gestor da Internet, reunirá representantes da comunidade acadêmica, do terceiro setor,  do segmento empresarial e do governo para discutir os desafios atuais e futuros da Internet no Centro de Convenções, em Olinda/PE, entre os dias 03 e 05 de julho de 2012.

Os participantes poderão se inscrever gratuitamente em uma das seguintes trilhas:

  1. Garantia de Direitos na Rede e Marco Civil da InternetA trilha discutirá a regulamentação da Internet no Brasil e as demais iniciativas de consolidação dos direitos humanos e sociais fundamentais na estruturação da comunicação em rede em nosso país.
  2. Propriedade Intelectual na RedeNesta trilha, serão debatidas as mudanças que as tecnologias de comunicação e informação trouxeram para a intermediação cultural e para a instituição da propriedade intelectual. Serão debatidas em especial a reforma da lei do direito autoral e as propostas de patenteamento de modelos e softwares.
  3. Banda Larga no Brasil e Inclusão Digital: O que fazer?O debate sobre as necessidades da infraestrutura de banda larga e da relevância de acesso à rede. A trilha discutirá os desafios para o acesso nas diferentes regiões brasileiras, as políticas concebidas e implementadas, as questões regulatórias relacionadas, a qualidade do serviço e os potenciais de uso.
  4. Como Estimular Conteúdos e Plataformas Nacionais na Rede MundialA trilha pretende avançar na discussão e na proposição de como apoiar e incentivar a produção de conteúdos e plataformas digitais locais, regionais e nacionais. Também debaterá como a rede pode melhorar os processos de ensino e aprendizagem, presenciais e online. O debate visa também encontrar formas de ampliar a diversidade de conteúdos e tecnologias brasileiras na Internet.
  5. Governança Global da InternetA importância da Internet para a comunicação, economia, política e cultura de todas as sociedades têm acirrado as disputas sobre qual a melhor forma de governança. A trilha pretende avançar no debate sobre como garantir uma gestão livre, democrática, multisetorial e que assegure a diversidade cultural.

Comentários estão fechados.